Pensando alto: Você é real, e isso já basta.

Down We Go...

Imagem: reprodução da internet

E você, que chegou de fininho, como quem não quer nada. Com um sorriso de canto de boca, com uma boa conversa e um ataque de risos (meus, a maioria, é claro!). E eu que achei que tudo ficaria sempre em perfeita ordem, me surpreendi quando vi a bagunça que você tinha criado. Você é daqueles que chega com calma, aos poucos, com a intenção de causar. E causou. Além de palavras, vi gestos. Sua alma transpirava paz. Em seus olhos havia sinceridade. Confesso que fiquei encantada, assim, logo de cara. Tua desordem foi bem vinda, saudável, do estilo que não consigo mais me imaginar sem. Ouso fazer uso do clichê de que tudo com você é incrível. Seja assistir um filme em um sábado à tarde ou uma ida ao cinema; seja ver o pôr do Sol na praia ou pela janela de casa; seja sair pra jantar ou fazermos o nosso jantar – e que loucura seria isso rsrs. Agora, não vou usar o tal do “não vivo sem você”, porque eu vivo, só não quero. Você também vive. Porém, escolhemos viver lado a lado. Você, meu amor, não é um personagem de ficção, não saiu de livros de romance, não é um homem perfeito e não é tão parecido comigo como achei que seria. No final, nada disso importa. Você é o tipo perfeitamente imperfeito pra mim. Você é real, e isso já basta.

 

Por Julieta: Renata Guimarães

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s