Bibliando: Gálatas 5.13

Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade; porém não useis da liberdade para dar ocasião à carne; sede, antes, servos um dos outros, pelo amor.”

Gálatas 5.13

Em Cristo somos livres, mas até onde se estende essa liberdade? Em Gálatas 5.13, Paulo declara que fomos chamados para a liberdade, mas deixa  bem claro que não devemos confundir tal liberdade com libertinagem, que é quando ultrapassamos o limite da liberdade que nos foi dada, no caso da vida cristã, sedendo a nossa carne. Como livres, podemos escolher o que é certo e o que é errado. Porém, a partir do momento que temos nossa liberdade baseada em Cristo escolhemos o certo, buscando uma vida santificada.

Usando Paulo como um bom exemplo, vemos que ele era um grande pregador do evangelho e, por muitas vezes, com um objetivo muito maior, Paulo se adaptou à culturas e hábitos diferentes dos seus para que o nome de Jesus fosse levado a tais pessoas. Muitos que olhavam de fora, achavam as atitudes de Paulo instáveis por se unir a certos padrões que não condiziam com aquilo que ele pregava. Mas olhe bem: Paulo usou da liberdade dada por Cristo para levar o amor do mesmo, pois a liberdade e o amor de Cristo se completam. Em momento nenhum Paulo se corrompeu, ele tinha sua fé firmada, ele sabia até onde podia ser livre, até onde os seus atos estariam do agrado do Senhor. Deus direcionava Paulo em sua busca incessante de anunciar o evangelho. Paulo queria levar o amor e a liberdade para que os que ainda eram escravos, que não conheciam a verdade. Como prova disso, Paulo declara em 1 Coríntios 9.19: “Porque, sendo livre de todos, fiz-me escravo de todos, a fim de ganhar o maior número possível.” E reafirma em 1 Coríntios 9.22: “Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns.”

Às vezes não entendemos o por quê Deus nos coloca em certas em situações ou nos leva a conhecer pessoas que tem uma vida completamente diferente da nossa, mas para tudo Deus tem um propósito. E se, assim como Paulo, estivermos sendo direcionados por Deus podemos deixar que Ele nos conduza, pois vamos saber até onde nossa liberdade será usada. Paulo chega a nos comparar a atletas, porque corremos e lutamos em busca de um alvo, um objetivo, que é o de levar o evangelho, sua liberdade e o seu amor a todos que não o conhecem. Como Paulo, podemos até nos passar por escravos com a meta de levar o amor de Deus.

Por Julieta: Renata Guimarães

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s