Bibliando: João 16:33

Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. João 16:33

É difícil se manter de pé quando parece que o chão está sumindo entre seus pés. É difícil manter a esperança, quando todas as alternativas e sonhos se esmorecem. O que fazer quando ligamos a TV e vemos um mundo inundado por tragédias, e nós bem no meio delas? Porém Cristo nos alertou de tudo isso, e não apenas nos alertou, mas nós fortaleceu, mostrando para nós que assim como ele venceu as barreiras, as dificuldades, a religiosidade, a perseguição, a ordem falha daquele tempo, nós também iremos vencer. Não porque somos fortes por nós mesmos, mas porque Ele nos faz fortes Nele.

Por Julieta: Camila Matias

Anúncios

Bibliando : Salmos 73

1Quando o meu coração estava amargurado e no íntimo eu sentia inveja,
22agi como insensato e ignorante; minha atitude para contigo era a de um animal irracional.
23Contudo, sempre estou contigo; tomas a minha mão direita e me susténs.
24Tu me diriges com o teu conselho, e depois me receberás com honras.
25A quem tenho nos céus senão a ti? E na terra, nada mais desejo além de estar junto a ti.
26O meu corpo e o meu coração poderão fraquejar, mas Deus é a força do meu coração e a minha herança para sempre.
27Os que te abandonam sem dúvida perecerão; tu destróis todos os infiéis.
28Mas, para mim, bom é estar perto de Deus; fiz do Soberano Senhor o meu refúgio; proclamarei todos os teus feitos.

Salmos 73  :  21- 28

Constantemente estamos em momentos de dúvida, fraqueza, ignorância e de pensamentos irracionais diante de Deus. Contudo, em todos esses momentos, Deus não nos abandona. É um erro grave e perigoso pensar que a nossa relação com Deus reflete na prosperidade ou na saúde.
Mesmo que venhamos sofrer nesta vida, temos que ter a plena convicção que Deus não abandona os que são fiéis a Ele .

Por Julieta : Karine Martins

 

 

Bibliando: 2 Coríntios 2.15-16

Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem. Para com estes, cheiro de morte para morte; para com aqueles, aroma de vida para a vida. Quem, porém, é suficiente para estas coisas?”

2 Coríntios 2.15-16

Nestes versículos, vemos o apóstolo Paulo falando de algo muito importante que deve haver nos crentes: o perfume de Cristo. No Antigo Testamento, esse aroma era oferecido a Deus de forma diferente. O Senhor mandava os seus servos prestarem sacrifício oferecendo um de seus melhores animais para ser sacrificado, e isso cheirava bem para Deus. Em Gênesis 8.20-21, Noé levanta um Altar para holocaustos a Deus, como forma de adoração e de se purificar de seus pecados, e essa purificação era o maior símbolo de adoração a Deus. O cheiro de tal oferta era bem recebido pelo Senhor. E em Levítico 1.9, esse aroma é descrito como suave, brando, agradável. E este sacrifício servia também para tornar limpa a ligação entre Deus e o homem.

Porém, quando Jesus é enviado e se oferece como sacrifício vivo para nos salvar, esse se torna o último sacrifício pelo pecado, sendo o holocaustos de animais desnecessário, pois Cristo oferece o seu próprio sangue para nos livrar dos pecados.

Em Romanos 12.1, Paulo nos mostra que a partir do momento que somos salvos e que não precisamos mais sacrificar animais para nos tornar limpos, Jesus está nos chamando para viver uma vida de santificação baseada em obediência ao Senhor, abrir mão e renunciar tudo o que pode nos afastar dEle, para que possamos experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. E essa vida santa sobe como perfume suave para o Senhor.

Por Julieta: Renata Guimarães

Bibliando: Isaías 49;15

“Será que uma mãe pode esquecer do seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela possa se esquecer, eu não me esquecerei de você!”

(Isaías 49;15)

Ainda não sou mãe, mas imagino o quão grande deve ser esse amor que começa a nascer dentro da gente ao descobrir que estamos gerando dentro de nós uma vida. O amor vai aumentando a cada dia, até que o grande dia chega e damos a luz a um ser pequeno e frágil. Contudo existem aquelas que abandonam seus filhos, simplesmente não querem saber de sua existência. E é assim que nos sentimos muitas vezes durante nossa caminhada, esquecidos e abandonados, parece que ninguém vê nosso sofrimento e nem se importa conosco. Mas então é nesse momento que encontramos o amor de Deus, que nunca nos deixou e nem nos deixará, pode o mundo todo nos esquecer, mas ele sempre estará nos guardando e cuidando de nós. E é nesse momento que como um bebê nós ficamos quietinhos no colo do Pai, esperando tudo passar, mas com uma única e inabalável certeza, que Ele sempre estará do nosso lado.

Por julieta : Thays de Oliveira

 

Bibliando : Romanos 8

31 Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
32 Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
33 Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
34 Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
35 Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
36 Como está escrito:Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia;Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
37 Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
38 Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
39 Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

Romanos 8:31-39

Nada poderá nos separar do amor do nosso Senhor Jesus Cristo. Se estivermos o buscando, Ele sempre nos guiará neste mundo que, infelizmente, está sendo guiado pelo inimigo.

Por Julieta : Karine Marins

Bibliando: 1Co 12:1-11 – Ministérios Femininos

1Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes.
2Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados.
3Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: 4Jesus é anátema, e ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo.
5Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.
6E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.
7E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.
8Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.
9Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;
10E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;
11E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas.
12Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.
1 Coríntios 12:1-11

Ministérios Femininos – O Dom da Profecia:

Na Bíblia temos exemplos de muitas profetisas.

Joel profetizou que filhas profetizariam (Joel 2:28). Essa promessa também foi dita por Pedro no Pentecostes (Atos 2:17-18). Como encorajamento, Paulo instruiu as mulheres a exercitar o dom (1Co 11:1-16).

A profecia mudou sua natureza com o derramamento do Espírito. Se os profetas do Antigo Testamento deturpassem a mensagem de Deus ao povo, eles eram condenados à morte (Dt 13:1-5 / Dt 18:20-22). Já no Novo Testamento a profecia era examinada, ponderada e avaliada pelos líderes da igreja, pois foi um dom concedido a muitos cristãos e sua transmissão não tinha garantia de infalibilidade (1Co 14:29 / 1Ts 5:20-21).

Temos o exemplo de: Miriã, profetisa que liderou as mulheres durante a comemoração da vitória do Senhor sobre o Egito (Ex 15:20-12). Débora, uma profetisa que atuava como juíza (Jz 4:4-5). Hulda, profetisa consultada em nome do rei (2Rs 22:14-20). Entre outras mulheres no Antigo Testamento (Is 8:3). Já  no Novo Testamento temos Ana (Lc 2:36-38) e as 4 filhas do evangelista Filipe (At 21:9).

O dom, porém. era e é valioso para a igreja. necessário também e, para as mulheres é um ministério efetivo.

Beijos de luz! Shalom!

Por Julieta: Thaylana Lins.

 

Bibliando: Gálatas 5.13

Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade; porém não useis da liberdade para dar ocasião à carne; sede, antes, servos um dos outros, pelo amor.”

Gálatas 5.13

Em Cristo somos livres, mas até onde se estende essa liberdade? Em Gálatas 5.13, Paulo declara que fomos chamados para a liberdade, mas deixa  bem claro que não devemos confundir tal liberdade com libertinagem, que é quando ultrapassamos o limite da liberdade que nos foi dada, no caso da vida cristã, sedendo a nossa carne. Como livres, podemos escolher o que é certo e o que é errado. Porém, a partir do momento que temos nossa liberdade baseada em Cristo escolhemos o certo, buscando uma vida santificada.

Usando Paulo como um bom exemplo, vemos que ele era um grande pregador do evangelho e, por muitas vezes, com um objetivo muito maior, Paulo se adaptou à culturas e hábitos diferentes dos seus para que o nome de Jesus fosse levado a tais pessoas. Muitos que olhavam de fora, achavam as atitudes de Paulo instáveis por se unir a certos padrões que não condiziam com aquilo que ele pregava. Mas olhe bem: Paulo usou da liberdade dada por Cristo para levar o amor do mesmo, pois a liberdade e o amor de Cristo se completam. Em momento nenhum Paulo se corrompeu, ele tinha sua fé firmada, ele sabia até onde podia ser livre, até onde os seus atos estariam do agrado do Senhor. Deus direcionava Paulo em sua busca incessante de anunciar o evangelho. Paulo queria levar o amor e a liberdade para que os que ainda eram escravos, que não conheciam a verdade. Como prova disso, Paulo declara em 1 Coríntios 9.19: “Porque, sendo livre de todos, fiz-me escravo de todos, a fim de ganhar o maior número possível.” E reafirma em 1 Coríntios 9.22: “Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns.”

Às vezes não entendemos o por quê Deus nos coloca em certas em situações ou nos leva a conhecer pessoas que tem uma vida completamente diferente da nossa, mas para tudo Deus tem um propósito. E se, assim como Paulo, estivermos sendo direcionados por Deus podemos deixar que Ele nos conduza, pois vamos saber até onde nossa liberdade será usada. Paulo chega a nos comparar a atletas, porque corremos e lutamos em busca de um alvo, um objetivo, que é o de levar o evangelho, sua liberdade e o seu amor a todos que não o conhecem. Como Paulo, podemos até nos passar por escravos com a meta de levar o amor de Deus.

Por Julieta: Renata Guimarães