Livro: A Última Carta de Amor

CAPA-A-Última-Carta-de-AmorTítulo: A última carta de amor

Autor: Jojo Moyes

Editora: Intrínseca

Número de páginas: 378

Lançamento: 2012

Pontuação: ❤ ❤ ❤ ❤ ❤

 

Sinopse: Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. Novamente em casa, com o marido, ela tenta sem sucesso recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por “B”, e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante. Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido — em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado —, Ellie começa a procurar por “B”, e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas de seu próprio relacionamento. Com personagens realísticos complexos e uma trama bem-elaborada, A última carta de amor entrelaça as histórias de paixão, adultério e perda de Ellie e Jennifer. Um livro comovente e irremediavelmente romântico.

Jojo Moyes, mais uma vez, desperta nossa atenção e tira nosso fôlego com uma história de amor arrebatadora, ou melhor, duas histórias, nos fazendo mergulhar na vida dos personagens e nos prendendo até a última página. Confesso que eu “comi” o livro rsrs. Como eu já havia lido outros dois livros de Moyes – Como eu era antes de você e Um mais um (próxima resenha!) – já sabia que não podia esperar menos que o melhor desse livro.

A trama possui duas protagonistas – Jennifer Stirling, que vive na década de 60, e Ellie Haworth, que vive nos anos 2000. O livro é dividido em três e a maior parte dele gira em torno de Jennifer. Quando comecei a ler achei meio confuso, já que os capítulos vão se alternando em como era a vida de Jennifer antes e como ficou depois do acidente, então é bom prestar um pouco mais de atenção para entender a história. Mas mesmo assim, a leitura não é difícil, é leve e fácil de se situar nessa questão do tempo. Uma coisa que também chamou bastante minha atenção é que entre um capítulo e outro vem trechos de cartas, mensagens de amor de pessoas que própria autora pesquisou para acrescentar ao livro.

Estarei na plataforma 4, às 19h15, sexta – feira à noite, e nada no mundo me faria mais feliz do que você encontrar coragem para vir comigo.

Saiba que você tem meu coração, minhas esperanças, em suas mãos.

Seu, B.”

A história fala sobre as idas e vindas do amor, sobre traições e sentimentos que podem durar o resto da vida e as “loucuras” que fazemos para viver tais paixões. A autora também nos presenteia com duas personagens distintas e como o papel da mulher na sociedade mudou com o passar dos anos. Além disso, Jojo Moyes consegue fazer com que essas duas mulheres se cruzem, mudando o rumo de suas vidas para sempre.

Super recomendo o livro e garanto que a leitura será ESPETACULAR!!!!!!

 

Por Julieta: Renata Guimarães

Anúncios